ESTAMPARIA

Silk-screen Traço: Técnica baseada na utilização de tinta serigráfica. Para cada cor do lay-out é impresso um fotolito e a partir deste, revelada uma tela. Essa tela é “porosa” nas áreas da imagem, por onde passa a tinta e adere ao tecido. Com ótima durabilidade, processo muito utilizado na indústria têxtil, não indicado para quantidades muito pequenas, pois o custo fixo da matriz para silkagem – telas e fotolitos – pode elecar significativamente o preço unitário de cada peça.

Silk-Screen Quadricromia: A partir da utilização de apenas 04 cores primárias – Ciano, Magenta, amarelo e preto – essa técnica permite a reprodução de qualquer imagem, inclusive fotos. Apesar de não se atingir 100% de êxito na definição da imagem, tem como ponto positivo a durabilidade da tinta serigráfica em processos de silk-screen. Silk-Screen Plastisol: A tinta plastisol é 100% sólida e à base de resina de PVC e plastificante, proporcionando à estamoa um acabamento final brilhante e com grande flexibilidade.

Silk-Screen Relevo: Também à base de resina de PVC e plastificante, essa tinta tem a propriedade de apresentar aspecto emborrachado, deixando a estampa saliente, em alto relevo.

Transfer digital: Consiste na impressão, através de uma impressora a laser, do layout em papel especial para transfer. Após a impressão, a transferencia da imagem para o tecido é feita através de uma prensa térmica. Apesar de apresentar melhor resolução de imagem em relação ao silk-screen, possui durabilidade menor. Não aceita passar ferro em cima. Pela agilidade e praticidade, é indicado para pequenas quantidades.

Transfer Litográfico: Consiste na impressão, em gráfica off-set, do layout em papel especial para transfer. Após a impressão, a transferencia da imagem para o tecido é feita através de uma prensa térmica. Apresenta ótima definição de imagem, com vida e brilho, com qualidade superior ao silk-screen e inclusive ao transfer digital, porém tem durabilidade menor e por ser mais sensível, não aceita que seja passado ferro em cima. Indicado para casos em que se busque grande impacto visual.

Sublimação: A sublimação é um tipo de transfer que só pode ser utilizado em tecidos 100% poliéster. A transferencia ocorre diretamente à fibra do tecido, trazendo uma solução definitiva de estampa e sem o aspecto de um plasto sobre o tecido. A personalização é o próprio tecido. Não possui limite de quantidade de cores. É bastante usada em abadás de carnaval.

Bordado: Trata-se da personalização de uma arte final em tecido através de linhas de poliéster conduzidas por agulhas. Exige a elaboração do “programa do bordado”, a ser seguido pelas máquinas bordadeiras computadorizadas, bem sofisticadas. Bastante durável e atrativo, possui um custo maior do que as outras opções de personalização. Normalmente é utilizado em Camisas Polo e camisas sociais, mas também se usa em camisetas de malha.